Thais Garrote Moda Archives - Thais Garrote
23
dez
2014
Descoberta Fashion
Postado por: Thais Garrote

Oi gente, tudo bem?

Recentemente, descobri uma loja, chamada Old Maid que tem uma excelente proposta: a venda de roupas e acessórios de qualidade no estilo vintage, com duas vertentes: a venda de peças de segunda-mão (linha Old Maid) e peças novas também (linha Old Maid Original).

1
Tudo isso surgiu como resposta à necessidade de destinar os excessos do guarda-roupa pessoal, além de traduzir um certo um lamento da falta de qualidade do mercado de roupa em segunda-mão português. Porém, depressa o conceito evoluiu, abrangendo inclusive a linha Old Maid Original, constituída por acessórios novos, produzidos manualmente com misturas de lã, seda e algodão.

2
A Old Maid surgiu em 17 de dezembro deste ano mas promete muito por ter como lema a inclusividade e a originalidade das suas peças (tanto novas como as de segunda-mão), afinal, todas as mulheres, qualquer que seja a sua forma ou tamanho, devem ter a chance de criar o seu próprio sentido pessoal de moda.

3
No site da marca, (clique aqui para acessar), vocês podem encontrar uma vasta gama de peças, que atendem a gostos variados e o melhor de tudo, com a disponibilidade de tamanhos que vão do XS (PP) ao XL(GG). Ahh.. vocês também podem visualizar as peças pelo Facebook da loja (clique aqui para acessar).

4Gostaram desta dica?

Para contactar a loja, basta enviar um e-mail para o endereço: oldmaidshop@gmail.com

Beijos!

Thais Garrote

01
dez
2014
Moda Lisboa 2014-2015
Postado por: Thais Garrote

O ModaLisboa  estreou no Pátio da Galé, em Lisboa, nos dias 10, 11 e 12 de outubro para revelar as coleções primavera-verão de 2015 que vão influenciar a Europa e outros continentes. Este ano o evento contou com a participação de 10 novos designers da plataforma Sangue Novo. Nos Paços do Concelho, continuarão abertos o Wonder Room, pop-up store de marcas portuguesas emergentes e a Workstation-  exposição de fotografia sobre moda.

1

Com quase meio século de existência, a 43ª edição do ModaLisboa levou a  organização a escolher  o tema “ Legacy” para a comemoração bem sucedida do acontecimento centrando-se nos  reflexos desse legado. Na importância de dar continuidade à história, tradição e patrimônio do evento, bem como fazer uma releitura desses fatos e´ que a temática proposta ganhou contornos reluzentes  numa época em que a crise dificulta o trabalho dos grandes designers e atrasa os jovens talentos.

“Chegamos a Legacy conscientes de que existe um patrimônio cultural comum na moda nacional que é acervo de uma história em constante evolução e movimento. Entre aqueles que começaram e todos os que desejam continuar – em família ou em pequenas indústrias familiares, desde grandes produções a pequenos ateliers“, revela a organização.

O episódio teve início com a parceria da Sephora, marca francesa que completou os looks dos criadores através da equipe  de maquiladores da conceituada e já regular da MLX, Antónia Rosa.

“A associação da Sephora à ModaLisboa surge naturalmente na medida em que esta espelha perfeitamente o DNA da nossa marca. Liberdade, irreverência, tendência, qualidade e profissionalismo traçam o fio condutor da Sephora e são todos estes atributos que encontramos também neste que é o maior evento de moda nacional.”, garante Sandra Roman, diretora-geral da Sephora Portugal.

2
Os produtos da marca estiveram ainda na zona social do evento à disposição de todos os visitantes que, de forma gratuita, puderam se maquiar e usufruir dos serviços da Lash Bar, Make Up For Ever, Brow Bar e Benefit.

A mostra da coleção primavera-verão 2015 chegou com inúmeras surpresas como o legado de entradas e saídas. Sem Nuno Baltazar, Luís Buchinho, White Tent e Aleksandar Protic, o ModaLisboa abriu  as portas a Carlos Gil e Cristophe Sauvat, e viu Miguel Vieira dividir a nova coleção em Homem e Mulher.

PicMonkey Collage

O escaravelho entusiasma a silhueta geométrica das peças de Catarina Sequeira para a primavera-verão 2015, mas também infunde o lado divertido da coleção.  Saymyname mostrou o prisma repugnante, mas curioso do animal que rodeou a inspiração para as propostas da marca para a próxima estação, sendo a sua presença mais óbvia no corte e nas formas das peças, que imitam a carcaça e os elementos físicos do escaravelho.

Kawa/Flow é o nome da coleção de Pedro Pedro para a próxima primavera/verão, apresentada no domingo (12) no ModaLisboa.
“Quando o olhar etéreo e erótico de Masao Yamamoto encontra Herbert Badham e as suas representações realistas e afáveis do quotidiano”- explica o designe- “ dão-se continuidades e rupturas.” Crise versus glamour.

Sobriedade versus sofisticação. Classicismos versus século XXI. Look feminino versus silhuetas andróginas», numa inspiração navy, anos 1930. Num regresso ao corte em viés, as peças clássicas aparentemente simples distinguem-se pelo seu cair sinuoso em cores dominadas pelos tons de  cinza, branco, preto, bege e o azul navy.

Dia de estilo, elegância e ethnic chic, com o desfile de Christophe Sauvat, em momento de estreia no ModaLisboa.  Sauvat que fundou a marca Antik Batik,  em 1992, vive atualmente em Portugal e continua a desenvolver trabalhos movidos pelo seu lema de sempre: o mundo sem fronteiras.

Ainda na tarde de sábado, foi possível assistir à estreia no ModaLisboa das propostas minimalistas de  Michal Szulc, designer polaco com atelier em Varsóvia, criador de uniformes e figurinos, numa assinatura  plena de vitalidade e funcionalidade.

PicMonkey Collage

A CIA Marítima que abriu o desfile com a presença  da atriz portuguesa Jéssica Athayde embarcou numa surftrip para o verão de 2015, apresentando uma coleção repleta de cor, lembrando o clima tropical da Costa do Pacífico, combinando o universo desportivo com a liberdade neo-beach.

Ricardo Andrez e Luís Carvalho, fizeram as honras da plataforma LAB da ModaLisboa.

A noite estava reservada para mais uma novidade: a première triunfante do criador de moda Carlos Gil, responsável pelo guarda roupa de importantes personalidades portuguesas.

O Moda Lisboa despontou como uma Semana da  Moda que não se faz só de passarela, mas que  é capaz de movimentar uma capital inteira. O gerenciamento de recursos humanos que lida com criadores e modelos, bookers, produção, cabeleireiros, maquiladores, imprensa e convidados é um trabalho grandioso em que para captar uma ínfima parte desse frenesi que como furacão revira Lisboa durante estes três dias são necessárias muitas e muitas horas no backstage.

Thais Garrote